07 dez 2018

Tumblr vai proibir conteúdo adulto na rede social

Dimítria Coutinho

por Dimítria Coutinho

4 min. de leitura
Tumblr vai proibir conteúdo adulto na rede social

O Tumblr anunciou que irá banir todo conteúdo adulto da plataforma. A medida passa a valer a partir de 17 de dezembro. Até lá, quem já tem postagens desse tipo terá a chance de salvá-las.

Em nota publicada no último dia 3, o CEO do Tumblr, Jeff D’Onofrio, afirmou que a medida foi tomada para tornar a rede social um ambiente mais acolhedor para a comunidade. “Sem esse conteúdo, teremos a oportunidade de criar um lugar onde mais pessoas vão se sentir à vontade para se expressarem. Conclusão, não faltam lugares na Internet para o conteúdo adulto. Deixaremos isso para esses lugares”, escreveu o  CEO.

A relação do Tumblr com a pornografia

O que parece não ter entrado muito na conta é o fato de que o Tumblr foi, por anos, um espaço acolhedor para quem quisesse consumir pornografia, sobretudo mulheres e membros da comunidade LGBTQ+. Desde sua criação, em 2007, o Tumblr ficou conhecido principalmente por esse diferencial. Ao contrário da maioria das redes sociais, era permitido a divulgação e o compartilhamento de conteúdo adulto.

Desde o início, o Tumblr é uma plataforma bastante diversa, com o objetivo de permitir a criação de pequenos blogs capazes de comportar vários formatos como texto, imagem, áudio, GIFs e vídeos. Com essa pluralidade de formatos, somada à permissão de pornografia na rede, muito conteúdo adulto começou a aparecer por lá. Na verdade, esse talvez tenha sido um dos nichos responsáveis pelo crescimento da plataforma.

Em 2012, 11,4% dos 200.000 perfis mais visitados no Tumblr eram dedicados a compartilhar conteúdo adulto. Além disso, 22,4% do tráfego externo que caía no Tumblr vinha de sites adultos. Esse era, portanto, um público muito importante para a rede social.

E a pornografia presente no Tumblr era muito vista por mulheres e membros da comunidade LGBTQ+. Isso se devia, sobretudo, à diversidade do conteúdo: diferente de outros sites adultos, as fotos, vídeos e GIFs do Tumblr abrangiam muitos nichos e conseguiam agradar melhor as minorias.

Uma pesquisa de 2017 mostrou que, apesar da pornografia ser, tradicionalmente, mais consumida por homens, o número de mulheres que a consumiam no Tumblr era muito maior. Aqui no Ada, inclusive, fizemos uma pesquisa, em 2014, que mostrou que as mulheres gostavam de consumir conteúdo adulto nessa rede social.

Leia mais  A internet erótica das mulheres

Por que o conteúdo adulto foi banido do Tumblr?

A história toda começou quando o Tumblr foi banido da loja de aplicativos iOS, a App Store, no meio de novembro. Na ocasião, o motivo não foi anunciado. Alguns dias depois, porém, a própria rede social admitiu que a expulsão da App Store aconteceu em decorrência de casos de pornografia infantil na plataforma. O Tumblr disse que seu sistema deixou passar as postagens mas que, assim que a empresa soube do problema, o conteúdo foi excluído imediatamente.

Leia mais  Um em cada cinco adolescentes recebe conteúdo sexual indesejado online

Pouco tempo depois, a rede social decidiu excluir, de vez, todo e qualquer tipo de pornografia. Mas, na verdade, medidas nesse sentido já vinham acontecendo há algum tempo. Desde que o Tumblr foi vendido para o Yahoo!, em 2013, algumas questões já vinham mudando.

Pouco tempo depois da compra, a rede social começou a rotular os conteúdos publicados. Conteúdos que trouxessem nudez eram marcados como adultos ou NSFW (Not Safe For Work, traduzido como Não Seguro Para o Trabalho, sigla usada para alertar para conteúdos impróprios de serem vistos em público). Os blogs marcados como adulto passaram a desaparecer das buscas e das tags.

Em 2017, outra novidade surgiu no Tumblr: o modo seguro. A ferramenta ficou responsável por esconder qualquer tipo de conteúdo sensível (o que inclui nudez). Quem estivesse interessado nesse tipo de publicação, teria que fazer essa opção, dificultando um feed mais misto.

Os problemas na hora de classificar

Desde que foi anunciado que o Tumblr vai proibir conteúdo adulto na plataforma, internautas começaram a compartilhar, no Twitter, algumas publicações que foram marcadas como adulta ou NSFW por lá, usando a hashtag #TooSexyForTumblr.

Leia mais  O que é Deep Learning

As publicações são bastante diversas, desde dragões e pets até chocolates de fantasma. Em comum, nenhuma delas apresenta nudez ou qualquer tipo de conteúdo impróprio, são compartilhadas apenas por diversão. O Tumblr ainda não anunciou se continuará usando a mesma tecnologia de identificação de imagens depois do dia 17 de dezembro, quando a medida de exclusão de postagens entra em vigor. Em seu anúncio, D’Onofrio afirmou saber que haverá erros no início, mas que a empresa trabalhará para fazer valer as novas medidas de forma efetiva.

O que fica e o que sai

A partir do dia 17, o Tumblr não permitirá mais a postagem de fotos, GIFs e vídeos que mostrem “genitálias de seres humanos ou mamilos de mulheres, e qualquer conteúdo que exibam atos sexuais”, segundo comunicado. Conteúdo escrito, como romances eróticos, ainda poderão ser compartilhados. Junto deles, nudez artística ou política, assim como “mulheres expondo os mamilos em contexto relacionado ao aleitamento materno, nascimento ou momentos relacionados ao parto; situações relacionadas à saúde, como pós-mastectomia ou cirurgia de mudança de sexo” ainda são permitidos na rede social.

O modo seguro vai deixar de existir na plataforma, já que perde seu sentido. Todas as pessoas que já postaram conteúdos adultos receberão uma notificação por email. Todos os posts podem ser baixados antes da alteração entrar em vigor. Depois do dia 17, eles ficarão em modo privado, de forma que só o autor tenha acesso. O Tumblr prometeu que nenhuma conta será excluída da plataforma.