05 nov 2018

Como criar um site para o seu negócio (sem saber programar)

Dimítria Coutinho

por Dimítria Coutinho

6 min. de leitura
Como criar um site para o seu negócio (sem saber programar)

Independente do tamanho do seu negócio, é sempre bom ter um site para divulgar o seu trabalho. Muitas vezes ele nem precisa ser complexo ou ter um monte de funcionalidades e conteúdo: ele pode ser apenas um “cartão de visitas” bem feito. Se você acha que está na hora de criar um, essa lista pode te ajudar. Seja para divulgar um serviço ou para criar uma loja virtual para vender produtos, algumas plataformas auxiliam na criação de sites — e você nem precisa saber sobre programação ou design.

Leia mais  O que significa HTTPS e porque é mais seguro navegar com ele

Como criar um site

Jimdo

O Jimdo é uma ferramenta para criar sites que possui duas opções. A primeira delas, chamada Dolphin, usa uma inteligência artificial para processar suas informações e criar um site completo em três minutos. A segunda opção é a Creator, na qual você mesmo pode escolher um modelo e ir montando o site de acordo com seu gosto.

O Dolphin é mais usado para criar sites com imagens e conteúdo para divulgar o seu negócio. Já o Creator permite a criação de sites mais complexos, inclusive com lojas virtuais incluídas.

Jimdo pode ser utilizado gratuitamente, mas possui algumas opções pagas, que começam em US$7,50 por mês, cerca de R$30. As versões pagas incluem funcionalidades como domínio próprio, (ou seja, sem o .jimdofree no link), e opções interessantes para lojas virtuais, como pagamento via PayPal.

O Jimdo traz vários modelos prontos para serem personalizados. Imagem: Captura de tela.

WordPress

O já clássico WordPress é a plataforma mais famosa para a criação de sites. De acordo com uma pesquisa recente, cerca de 30% de todos os sites da internet foram feitos por lá. Com o WordPress, é possível criar sites facilmente, com temas prontos, ou usar de programação para personalizá-los ao máximo. Fique atenta pois nem todos os temas prontos podem ser customizados. 

Leia mais  Aprenda a programar de graça pela internet: sites e canais para começar

O WordPress pode ser utilizado gratuitamente. Os planos pagos, porém, disponibilizam funções a mais, como domínio próprio, temas ilimitados e a possibilidade de monetizar o site. Os valores começam em R$12 mensais.

Google meu negócio

O Google meu negócio é a ferramenta que permite que donos de estabelecimentos editem as informações sobre ele tanto na busca quando no Maps. Mas, além disso, a plataforma também permite a criação de sites gratuitos e fáceis de fazer.

A ferramenta pega as informações já cadastradas no Google (as mesmas usadas para aparecer no buscador e no Maps), e cria um site. Em seguida, você pode editá-lo, personalizando textos, fotos e o design. O interessante é que o site já sai com várias facilidades oferecidas pelo Google, como a adaptação a qualquer dispositivo e o gerenciamento e edição das informações também através de qualquer aparelho.

Squarespace

O Squarespace é uma ferramenta que capricha no design na hora de criar sites. Os templates prontos são muito bonitos e há diversas opções para serem escolhidas. Eles estão divididos em diversas categorias para facilitar na hora de escolher qual formato funciona melhor para cada tipo de negócio.

Com o Squarespace, dá para criar tanto sites comuns quanto lojas online. A ferramenta não possui opções gratuitas. Os planos para sites se iniciam em  US$12 por mês, cerca de R$50. Já os pacotes para lojas virtuais começam em US$26 por mês, em torno de R$105. Ambos contam com facilidades como domínio próprio e número ilimitado de páginas, além de métricas de vendas e isenção de taxas de transação, nos casos de loja online.

Wix

Uma das plataformas mais populares para a criação de sites, o Wix permite a construção de diversos tipos de páginas bem facilmente. A ferramenta te ajuda a escolher o template certo para cada tipo de negócio e, em seguida, permite a personalização do site.

O Wix oferece, de forma gratuita, sites com número ilimitado de páginas, assim como diversos templates. Os planos pagos, porém, trazem comodidades a mais, como domínio próprio, aumento de armazenamento e a possibilidade de criar lojas virtuais. Os pacotes começam em R$9,50 por mês.

O Wix é uma ferramenta bastante fácil de usar. Imagem: Captura de tela.

Yola

Yola é uma ferramenta que permite a criação de diversos tipos de sites, desde portfólios e páginas de divulgação até lojas virtuais. Com ele, dá para usar templates já prontos e personalizar os recursos e imagens de forma bastante simples.

Uma questão interessante é que, caso você tenha conhecimentos de programação, o Yola permite, ainda, uma personalização mais profunda do site. A ferramenta é gratuita, mas alguns planos podem ser pagos para acrescentar funções a mais, como domínio próprio, mais armazenamento e números de páginas. As versões pagas começam em US$4,95, em torno de R$20.

Webnode

Webnode também é uma plataforma para criar qualquer tipo de site, seja para divulgar ou vender um serviço. Por meio de modelos prontos, é possível personalizar as páginas de forma bastante simples — segundo a empresa, é possível estar com o site pronto em apenas 5 minutos.

Os serviços do Webnode são gratuitos, mas os planos pagos trazem algumas vantagens, como domínio próprio, aumento do armazenamento, possibilidade de registrar usuários e de manter o site em mais de uma língua. Os pacotes começam em US$2,95 por mês, cerca de R$12.

No Webnode, dá para modificar modelos prontos. Imagem: Captura de tela.

Sitejam

Essa plataforma permite a construção de diversos tipos de sites, incluindo lojas virtuais com a possibilidades de pagamento como PayPal. Com modelos prontos, é fácil personalizar as páginas de acordo com o que seu negócio pretende. O Sitejam não oferece planos gratuitos, e há três opções de planos pagos, que começam em £6 mensais, cerca de R$27. As funcionalidades aumentam de acordo com o plano escolhido.

Site123

O Site123 também é uma ferramenta bastante simples para a criação de sites. Com ela, é possível construir desde páginas mais simples até lojas virtuais. Tudo a partir de modelos pré-prontos que podem ser personalizados. A plataforma permite a criação gratuita de sites, mas os planos pagos trazem funcionalidades extra, como domínio próprio e a possibilidade de criar lojas online. Os valores começam em US$10,80, cerca de R$43.

Shopify

O Shopify é uma opção interessante para quem quer vender produtos online. A ferramenta é especializada em e-commerces, e permite a criação de lojas online com bastante facilidade, já que conta com modelos prontos de sites. Algumas facilidades do Shopify são o painel de controle de vendas, que traz métricas importantes, e a gestão do estoque. A ferramenta não possui versões gratuitas, e os pacotes começam na faixa dos US$29 mensais — em torno de R$115.